Lei Rouanet e iniciativas culturais mineiras são pauta no MinC

​A Lei Rouanet e projetos culturais do estado de Minas Gerais estiveram em debate em reunião na tarde desta quarta-feira (4) no Ministério da Cultura (MinC).

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Lei Rouanet e iniciativas culturais mineiras são pauta no MinC

Squadra Consultoria

A Lei Rouanet e projetos culturais do estado de Minas Gerais estiveram em debate em reunião na tarde desta quarta-feira (4) no Ministério da Cultura (MinC).

O ministro Sérgio Sá Leitão recebeu o deputado federal Domingos Sávio (PSDB/MG), além de gestores públicos e empresários, para tratar sobre os temas.

Consultoria em Elaboração de Projetos na Lei Rouanet e Lei de Incentivo ao Esporte.

Relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Lei Rouanet na Câmara dos Deputados, o deputado Domingos Sávio reforçou que iniciativas positivas relacionadas à legislação devem ser evidenciadas, ressaltando assim os benefícios inerentes do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac). “Precisamos ter zelo em preservar um mecanismo tão importante. Temos que aprimorar e mostrar bons exemplos”, enfatizou o parlamentar.

Sá Leitão agradeceu a demonstração de clareza e afirmou que ter conhecimento sobre os projetos bem-sucedidos motiva a continuidade e melhoria das políticas públicas. “É esse tipo de retorno que engrandece e justifica o nosso trabalho”, comentou. O deputado sugeriu ao ministro debater as melhorias da lei na Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados.

Iniciativas

Na reunião, o deputado esteve acompanhado dos prefeitos das cidades mineiras de Coronel Fabriciano, Marcos Vinicius, e de Itaguara, Geraldo Donizete de Lima. Ambos apresentaram demandas relacionadas à infraestrutura e projetos culturais de suas cidades. Em Itaguara, por exemplo, está localizado o Museu Sagarana, que homenageia o escritor Guimarães Rosa com um acervo exclusivo composto por manuscritos, documentos datilografados e objetos pessoais – o conhecido escritor residiu na cidade nos anos 30, quando exercia a profissão de médico. A prefeitura local pediu apoio para a reforma e ampliação do museu, que recebe em média 4,5 mil pessoas por ano. “Temos um perfil para receber até 1 mil pessoas por mês, mas é preciso ampliar nossa capacidade”, argumentou o prefeito Geraldo. O representante ainda destacou a necessidade de compra de instrumentos e insumos para apresentações destinados à Banda Nossa Senhora das Dores, criada há cerca de 130 anos e atuante em projetos de ensino musical.

Como Elaborar Projetos para Lei Rouanet

Ainda foram reforçados projetos relevantes para cidades como São João Del Rei (MG). Entre eles, a restauração da Catedral Basílica de Nossa Senhora do Pilar e da Matriz do Senhor Bom Jesus do Monte – ambos em processo no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), vinculado ao MinC. Já para a cidade de Belo Oriente, foi apresentado o projeto do Espaço Cultural / Parque Multifuncional – Projeto Jaca (Junção de Ações Culturais Avançadas), que tem o objetivo de difundir a cultura por meio de dança, musicalização, percussão, teatro, festivais e demais ações culturais.

Apoio

Ainda participou da reunião com o ministro da Cultura a coordenadora de Comunicação Corporativa e Relações Institucionais do Instituto Cenibra, Leida Horst. A representante apresentou a Sá Leitão o projeto Espaço Cultural – Parque Multifuncional do instituto. Com um valor de R$ 1,8 milhão já aprovado pela Lei Rouanet, o projeto tem o objetivo de construir um espaço cultural para abrigar uma biblioteca para uso público, um teatro italiano com capacidade para 140 lugares e um espaço para convivência e para exposições. O empreendimento está previsto para ser construído no distrito de Perpétuo Socorro, no município de Belo Oriente, onde está localizado o instituto.

Segundo Leida Horst, o Cenibra tem um histórico de apoio a projetos de outros proponentes relacionados à Lei Rouanet: “Já investimos em diversos projetos com esse perfil. Buscamos apoiar projetos que beneficiam comunidades carentes, pois acreditamos na eficácia dessa forma de incentivo”. O Instituto Cenibra, fundado em 2002, prioriza o desenvolvimento integrado de 54 municípios mineiros, por meio de ações determinadas a partir da dispersão geográfica da base territorial, do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), da vocação econômica e da identidade cultural das comunidades. Desde 2008, o Instituto possui o Título de Utilidade Pública Federal.

Todas as pautas apresentadas foram encaminhadas para as áreas relacionadas do Ministério da Cultura.

Assessoria de Comunicação

Ministério da Cultura

Squadra Consultoria

Artigos Relacionados

Comente Sobre o Conteúdo

Cursos Online

Cursos Presenciais

Nossos Serviços

Últimos Artigos

Participe do nosso grupo no WhatsApp