Squadra Consultoria: Assessoria, Consultoria e Treinamentos

Curso de Formação aos Conselheiros Tutelares Eleitos em Pomerode

A Squadra Assessoria e Consultoria realiza nesta semana, na cidade de Pomerode/SC, o Curso de Formação aos Conselheiros Tutelares Eleitos no Processo Unificado 2019.

Conteúdo do post
Formação aos Conselheiros Tutelares Eleitos

Curso de Formação aos Conselheiros Tutelares Eleitos 

A Squadra Assessoria e Consultoria realiza nesta semana, na cidade de Pomerode/SC, o Curso de Formação aos Conselheiros Tutelares Eleitos no Processo Unificado 2019.

O Curso de Formação aos Conselheiros Tutelares Eleitos tem por objetivo capacitar os futuros profissionais para que integrem de maneira efetiva e assertiva o Sistema de Garantia de Direitos.

As aulas são ministradas por profissionais competentes, com conhecimento e atuação em Políticas Públicas relevantes condizentes a garantia de direitos.

O curso de Formação aos Conselheiros Tutelares Eleitos induz o aluno a pensar a composição de redes de proteção integral e a articulação profissional no intuito da atuação interdisciplinar e intersetorial com vistas a equacionar determinados conflitos que colocam nosso publico infanto-juvenil em condições de vulnerabilidades e/ou riscos.

Como é a Formação dos Conselheiros Tutelares?

Capacitar os conselheiros tutelares para o cumprimento de suas atribuições deve ser uma preocupação constante.

É preciso investir (com recursos do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) na formação permanente dos conselheiros: conhecer o Estatuto da Criança e do Adolescente, saber cumprir suas atribuições específicas, conhecer as políticas públicas, o funcionamento da administração pública municipal e tudo o que contribuir para o melhor desempenho de suas funções.

Cursos, encontros, seminários e palestras devem ser organizados.

O intercâmbio com outros Conselhos Tutelares deve ser incentivado.

Desenvolver capacidades é trabalho imprescindível.

Uma sugestão:

Em alguns municípios, cursos para os candidatos a conselheiros tutelares são organizados antes da escolha dos candidatos pela comunidade.

A frequência ao curso de Formação aos Conselheiros Tutelares Eleitos é pré-requisito para registro da candidatura.

Assim, a formação dos conselheiros inicia-se já no processo seletivo.

Como Funciona o Processo de Escolha dos Conselheiros Tutelares?

O processo de escolha dos membros de cada Conselho Tutelar deverá ser definido em Lei Municipal.

E será realizado sob a responsabilidade do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, com acompanhamento e fiscalização do Ministério Público.

A escolha será feita pela comunidade local, que precisa ser informada e mobilizada para o processo.

A Lei Municipal poderá optar pela eleição direta, universal e facultativa, com voto direto, ou pela escolha indireta, através da formação de um Colégio Eleitoral integrado por representantes das entidades municipais de atendimento à criança e ao adolescente e outras organizações (comunitárias, empresariais, religiosas etc.) que tenham participação na proteção integral da população infanto-juvenil. Recomenda-se a eleição direta.

Quais os Procedimentos para o Processo de Escolha?

Uma vez aprovada e sancionada a Lei Municipal e também instalado o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, sua primeira tarefa é regulamentar e coordenar o processo de escolha dos conselheiros tutelares.

É importante que, dentre os seus membros, sejam escolhidos aqueles que vão estar à frente desse processo. É preciso formar, no âmbito do Conselho, uma Comissão de Escolha dos Conselheiros Tutelares.

Essa Comissão vai planejar todo o processo de escolha: calendário, etapas, cronograma, prazos, regulamentos, pessoal envolvido, infra-estrutura e todas as providências necessárias.

Sempre que necessário essa Comissão buscará auxílio de especialistas no assunto e apoio do poder público local.

Qual a Instalação necessária para os conselheiros tutelares?

Deverá ser instalado e funcionar em prédio de fácil acesso, localizado na área de sua competência, preferencialmente em local já constituído como referência de atendimento à população.

Identificar o local, de modo a torná-lo visível para todos que dele necessitem.

É desejável e importante que o Conselho Tutelar tenha uma sala de recepção, para o atendimento inicial, e uma sala atendimento reservado.

A intimidade de quem procura apoio e recebe orientações deve ser preservada.

O Conselho Tutelar deve ter ainda: livro de registro de ocorrências, arquivo, computador, telefone e transporte ágil para agilização de atendimentos.

Prefeitura Municipal deve cuidar para que as condições básicas e indispensáveis ao bom funcionamento do Conselho Tutelar sejam garantidas.

Inscreva-se no nosso canal e saiba tudo sobre Elaboração de Projetos, Captação de Recursos, Leis de Incentivo, SICONV – Plataforma Mais Brasil e muito mais.

Conselheiros Tutelares
Gostou do Post?
Compartilhe agora mesmo:
Blog - Squadra Consultoria
empresas patrocinadoras

Empresas que já Investiram em Projetos de Captação de Recursos

Empresas que investiram em Projetos de Captação de Recursos de nossos clientes e alcançaram resultados extraordinários.

BAIXE O E-BOOK

*Siga no Instagram para receber o e-book no seu e-mail.

E-book de Captação de Recursos
Qual o assunto você tem mais interesse?

Siga-nos no instragram para receber o e-book no seu e-mail